Pesquisa avançada!
“SÍMBOLOS DE PORTUGAL”, uma homenagem que a RAR Açúcar – marca 100% portuguesa - presta à cultura e
a cana-de-açúcar

A CANA-DE-AÇÚCAR

A cana-de-açúcar, de seu nome científico Saccharum officinarum, é uma erva gigante - atinge 4 a 6 metros de altura e 3 a 8 cm de diâmetro – que existe em todos os continentes, desde que o clima seja húmido e quente. Por isso é que se dá melhor nas zonas tropicais e subtropicais.

Durante o seu crescimento até à colheita, que ocorre num período de 11 a 18 meses, a cana armazena açúcar (cerca de 15%) no seu interior.

O corte é feito junto à raiz, pois é onde existe a maior concentração de açúcar. A raiz, por sua vez, permanece na terra para crescer no ano seguinte, repetindo-se este processo por um período aproximado de 7 anos.

As canas cortadas são transportadas para as fábricas, onde são esmagadas até se obter um suco opaco amarelo escuro ou acastanhado, conforme as variedades. Este suco é concentrado, depurado e cristalizado até à obtenção de uns cristais amarelos, a que se chama "rama". Este produto já contém cerca de 96 a 97% de açúcar.

Em termos médios, é preciso uma tonelada de cana para se obter 100 quilos de rama!

Para que a rama se transforme em cristais de açúcar puros é necessária ainda a sua refinação. O processo de refinação consiste na eliminação das impurezas existentes na rama de açúcar.

 

Fonte: Programa de Alimentação e Saúde promovido pela ARAP (Associação dos Refinadores de Açúcar Portugueses)

 

© Copyright RAR Açúcar 2010. Termos LegaisPolítica de Utilização